sábado, 21 de novembro de 2009

DRª RAUNI KILDE FALA DA "GRIPE A" E PERIGO DE VACINAÇÃO‏

DRª RAUNI KILDE FALA DA "GRIPE A" E PERIGO DE VACINAÇÃO‏



A médica finlandesa, Drª Rauni Kilde, defende a teoria de que: "Não é a gripe suína que é perigosa, são as vacinas".

Entre as muitas teorias que têm surgido sobre o novo vírus da gripe A (H1N1), a drª Rauni Kilde, ex-directora clínica da província finlandesa da Lapónia, diz que a OMS mente nas estatísticas que apresenta e que as “elites” estão concertadas para reduzir a população mundial a dois terços...

Entrevistada e questionada sobre a Gripe A, a médica Rauni Kilde, é peremptória: “Não é a gripe suína que é perigosa, são as vacinas”.
Numa entrevista de quase sete minutos, Kilde começa por dizer que a humanidade desconhece os efeitos dos alimentos transgénicos ou da utilização dos telemóveis na saúde, e que tudo se resume a uma estratégia concertada das “elites” para reduzir a população mundial a pelo menos dois terços ou “até em cinco mil milhões de pessoas".

Será mesmo? - Bem, o Tabagismo mata pelo menos cerca de 5 milhões de seres humanos todos os anos e não há vacinas para evitar esta calamidade global entre outras do século actual.

Rauni Kilde diz que: “por detrás de tudo está a diminuição da população mundial” e o objectivo é “colocar milhões nos bolsos de quem difunde [as vacinas]”.

A médica fala em Donald Rumsfeld, que foi director da Gilead Sciences, Inc., a empresa detentora da patente do medicamento Tamiflu, e que tem sido apontado como detentor de acções da empresa. Todos sabem quem é esta figura sinistra.

Kilde acredita por fim que as recomendações para vacinar primeiro grávidas e crianças têm como propósito “eliminar a próxima geração”... Isto é grave e precisa ser esclarecido urgentemente e publicamente!

A médica refere-se ainda à epidemia de uma variante da gripe suína que surgiu na década de 70, nos Estados Unidos da América, que envolveu uma grande campanha de vacinação. Kilde refere que os EUA "deixaram a vacinação após três semanas porque havia muita gente a morrer e com danos neurológicos" que a comunidade médica conhece por Síndrome Guillain-Barre que pode causar paralisias e até à morte.

Uma "Campanha de medo" é o que os governos estão a fazer através dos 'mass media', diz a Drª Kilde, e as pessoas ficam assustadas por isso, querendo ser todas vacinadas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) também estará contribuindo para a "Conspiração", podendo declarar o nível de alerta vermelho (ou nível 6) se começar a haver muita gente que recuse tomar a vacina.

Porém, sem olhar às teorias divulgadas por toda a parte, o plano de vacinação em Portugal já começou a ser implantado com 54 mil doses que serão administradas a um número restrito de pessoas onde estão incluidos os próprios membros do governo e responsáveis pelos sectores chave do país.

A verdade porém, é que na Alemanha também se refere que existem vacinas diferentes para o governo e outras para a população... apesar do desmentido imediato sobre esta questão!

Enfim, uma coisa é certa: o Director-Geral de Saúde português chegou a dizer que as vacinas não teriam talvez o efeito desejado e agora surge tentando convencer toda a gente que deve levá-las, apesar de alguns médicos e enfermeiros já terem dito que não querem ser vacinados. Aliás, sobre isso o DGS acusou grupos de opinião contrários à vacinaçao dizendo que não têm "fundamentos científicos" para tomarem essa posição. Afinal quem está de posse da razão!

Parece-me sim que está a haver uma grande "Pandemia Mundial do Lucro" que gera milhões de euros nas industrias farmacêuticas cujo negócio prospera cada vez mais com a campanha do medo nas pessoas e não se sabe o que vai originar esta vacinação em massa, uma vez que a vacina foi criada ás pressas ou em pouco tempo (não estando por isso devidamente testada), desconhecendo-se os efeitos a curto ou longo prazo nas populações.

Creio, pois, na tese da Drª Rauni Kild que faz sua afirmação (não desmentida ainda) de que o maior perigo está nas vacinas e não no vírus que afinal parece não ser tão agressivo como se esperava (apesar de já terem morrido muitas pessoas como acontece de resto com a gripe comum ou sazonal) e por isso talvez não haja grande justificação para haver esta enorme campanha de vacinação.

É o que penso...

Pausa para reflexão!

Rui Palmela


Blog do autor: http://alvorecer-escriba.blogspot.com/

Um comentário:

filomeno2006 disse...

"Vacínese vostede", Dra. Mónica Lalanda dixit a Ministra de Sanidade(sic).......